Buscar
  • Walter Moura

Você foi superprotegido?

Você conhece alguém que desiste facilmente das coisas e não sabe lidar com a frustração? Isso pode acontecer porque ela foi superpotegida!


Quando os pais decidem que a criança não pode sofrer e fazem de tudo para que para que não vivenciem essa dor, eles geram uma complicação para o futuro daquele ser. Da mesma forma quando se oferece algo ao filho sem que ele solicite. Quando essa criança se torna um adulto e sai do eixo familiar e precisa lidar com o mundo, ele perceberá que a sociedade não está tão preocupada assim em poupá-lo.


Quando não se permite a criança lidar com a frustação e um adulto resolve a situação para ela, uma mensagem é enviada ao subconsciente da criança: “Você é fraco e não sabe se virar sem mim”.


O significado


Entenda o que significa Superproteção:

Super é um superlativo que significa exagero. Excesso de proteção, ou seja, mais do que deveria. Reflita em si mesmo, porque deveria ser tanto assim. Eu te respondo essa questão dizendo: "geralmente exagero são baseados em traumas".


Mães que superprotegem geralmente tiveram dificuldade na gestação, medo de perder o filho, teve algum aborto antes ou até sofreram dificuldades enquanto estavam na barriga de suas mães. Os Filhos únicos e os primeiros netos da família também precisam de alerta.


Esse excesso, pode gerar um sentimento de incapacidade, tornando-a um adulto despreparado para vida. Esses efeitos só serão percebidos quando chegar a hora de assumir responsabilidades.


Na vida adulta terá dificuldade de permanecer num emprego e tudo lhe parecerá muito penoso. Então se você conhece alguém que está desempregado há muito tempo e o mundo nunca lhe dá uma oportunidade, pode ser que ele tenha sido superprotegido.


Perigos da superproteção


Toda a estrutura dessa criança foi formada com excesso de prazeres e com isso as fontes de satisfação serão dificeis de serem atingidas na vida adulta. Afinal, o mundo não ta nem ai para a sua dor, o papel dele não é ser bonzinho.


O que leva a uma questão muito relevante, a Compulsão. A compulsão é resultado de uma incapacidade de se sentir saciado. Por isso, a pessoa cria um objeto de prazer e utiliza dele de forma exagerada. A chave de leitura é que nunca é saciado porque o objeto escolhido é uma compensação e não um preenchimento verdadeiro.


Consequentemente, essa pessoa tende a ser frustada com muitas coisas. Sempre deseja uma vida melhor, um marido melhor, um emprego melhor, etc. Tende a ser egocentrico, pois acredita que o mundo gira entorno de suas necessidades. Quando o superprotegido cai em si ou se sente sufocado, ele tende a ser ingrato e coloca a culpa de todos os seus problemas naquele que muito o amou.


Como reverter esse comportamento

Compreenda que você é capaz de tomar decisões em sua vida e errar é normal. Faça pequenos gestoes e conquiste uma vitória por vez. Aos papais, deixem seus filhos tomarem as decisões, segundo as idades deles e lidar com a frustação.


Lembre-se: Não existem culpados, todos fizeram o melhor que puderam e sabiam naquela época.


Clique aqui para assistir o vídeo que fiz sobre esse tema



#Ajuda #Superproteção #Mimados #Parapsicologia

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

(27) 99639-1605

Walter Moura | CPF: 114.402.537-06 | Rua Dr. Candido Espinheira, 540 - SP

©2020 por Walter Moura - Parapsicólogo Clínico. Orgulhosamente criado com Wix.com